Ultimas

Esporte

POLITICA

ÚLTIMOS POSTS

05 março, 2015

Ipueiras (CE): Centenas de pessoas formaram filas para adquirirem chip da Claro.

Na manhã desta quarta-feira 4 de Fevereiro de 2015, pessoas formaram filas enormes para adquirirem chips da operadora Claro que estavam sendo distribuídos de graça em lojas no município de Ipueiras, cidade que está localizada há 303 km de Fortaleza.



Na manhã desta quarta-feira, foram registrados grandes filas de pessoas no município de Ipueiras, que buscavam conseguir chips grátis da operadora Claro. A nossa reportagem foi informada que as filas estavam enormes, a menina aconteceu após a operadora Tim, ter o sinal temporariamente interrompido.

O Fato aconteceu no ultimo fim de semana, quando a torre que fornece o sinal para a cidade de Ipueiras e Ipu. Uma forte chuva banhou o município com raios e ventos e durante o temporal, a torre da operadora Italiana acabou indo abaixo, deixando os clientes impossibilitado de fazer ligações.

Segundo informações vindas de Ipueiras, duas lojas estavam distribuindo chips da Claro, Facerity Cosméticos e Shopping Ipueiras, no município de Ipu, também foi registrado na manhã desta quarta-feira, pessoas fazendo filas para receber chip grátis, no município quem estava dando, foi a loja D & A.

Matéria: Jardel Pessoa
Informação: Telenoticias Mundial 

Ipu (CE): Árvore cai ao lado da Igreja Matriz e outra ameaça cair no Quadro da Igrejinha

Uma alerta já havia sido emitido sobre a eminente queda desta árvore que fica na Avenida Milton Carvalho, ao lado da Igreja Matriz e próximo a Câmara Municipal, no centro da cidade de Ipu.  



Na segunda-feira (02/03), o edil Manoel Freitas Palácios, atual Secretário de Esporte, tomou ciência do fato e comprometeu-se a acionar a secretaria de infraestrutura para que esta tomasse as devidas medidas sanatórias do problema, mas a árvore acabou indo ao chão antes de tomarem providência.   Precisamente as 04h40, desta quinta-feira (05/03), a árvore ruiu e desabou. Graças à Deus, o horário não foi o de maior movimentação e não houve danos a nenhum pedestre ou veículo.  


Agora aproveitamos para avisar que no Quadro da Igreja existe um árvore com possibilidade de ruir. As autoridades devem ir ao local verificar as condições da mesma para evitar futuros problemas.    

Foto e informações Rárisson Ramon e Edson Santos via Netcina
Informação: Telenoticias Mundial

Inter leva susto, mas confirma histórico e vence Emelec no 'abafa'

Não foi com futebol vistoso, bem longe disso, mas o Internacional venceu o Emelec. Nesta quarta-feira (04), o Colorado saiu na frente, cedeu a virada e passou a levar sustos em série. Desorganizado, o time de Diego Aguirre mostrou brio e arrancou a vitória na base do abafa: 3 a 2. GOLS de Nilmar, Alex e Réver. Os visitantes fizeram com Burbano e Mena. O placar não garante a liderança no grupo 4 da Libertadores, mas tem gosto de goleada tamanha a dificuldade.
O resultado em casa deixa o Internacional com seis pontos. O Emelec, mesmo derrotado, continua líder da chave. A vitória confirma o histórico do Colorado, que em outras três edições da competição enfrentou os equatorianos e jamais perdeu.
A escalação do Inter teve como novidades Nico Freitas e Vitinho. O volante uruguaio herdou a vaga do lesionado Aránguiz. Já o meia-atacante emprestado pelo CSKA ficou com a vaga de Jorge Henrique. Vistoso no começo, o Colorado foi para lá de irregular. Com uma defesa frágil e que penou diante da velocidade do Emelec. No fim, a qualidade individual e a vontade pesaram.
Fases do jogo: O primeiro tempo em Porto Alegre teve dois jogos dentro dele. Até os 20 minutos o Inter era soberano tanto na posse de bola como nas chances de GOL. Envolvente e com muita intensidade, o Colorado acertou a trave com Vitinho – em cobrança de falta – e abriu o placar em bela jogada. D'Alessandro achou espaço para dar um lançamento perfeito a Nilmar. O atacante entrou pela esquerda da área, venceu dois marcadores e chutou rasteiro.
O problema é que com a vantagem o Inter parou e o Emelec acordou. Com três atacantes, o time equatoriano forçou as bolas longas e também subiu a marcação. O resultado foi um festival de passes errados e problemas do Colorado para sair de sua defesa. Em uma das falhas, D'Alessandro enforcou a bola para Nilton e deixou a zaga exposta. Burbano recebeu de Bolaños, driblou Alisson e empatou.
A igualdade no placar deixou o time de Diego Aguirre nervoso e nulo ofensivamente. Tudo piorou aos 41, quando D'Alessandro deu um pique na ponta esquerda e sentiu o músculo posterior da coxa. Imediatamente o gringo pediu substituição e deu lugar a Alex. Do banco, o capitão do time assistiu ao que parecia impossível diante de um adversário que jamais havia vencido o Inter. Aos 46, Mena tabelou com Bolaños e entrou cara a cara com o goleiro para virar o jogo.
Os donos da casa foram para o vestiário de cabeça inchada e com uma defesa outra vez contestada. Exposta mesmo com Nico Freitas na vaga de Aránguiz. E um ataque que sumiu ao longo do confronto. A posse de bola do primeiro tempo resume o duelo. O Inter, mesmo em casa, teve a bola em 46% do tempo e os outros 54% foram do Emelec, de acordo com site da Conmebol.
Na segunda etapa o Inter partiu para o tudo ou nada, levou sustos em série nos primeiros minutos pela saída de seus dois laterais ao mesmo tempo, mas acabou sendo recompensado. Nilmar serviu Alex, ele ganhou do marcador pela esquerda e chutou na saída do goleiro. A bola ainda bateu em Dreer, mas foi para o fundo da rede. Empate e alívio.
Aos 36, Alex cobrou escanteio da direita e forçou. Dreer rebateu para o meio da área e Réver chutou de primeira: 3 a 2. O gol da segunda virada e da vitória. Suada. Antes do apito final, Nilmar sentiu a coxa e ficou em campo apenas para fazer número. O Emelec, que esteve perto de fazer história em Porto Alegre, não mostrou mais qualidade para empatar. Apesar da vontade.
O melhor: Nilmar - questionado pela falta de GOLS no ano, camisa 7 quebrou o jejum particular e ainda deu assistência para Alex empatar o jogo. Teve lampejos do atacante velocista de anos anteriores.
O(s) pior(es): Fabrício e Léo -  os dois laterais erraram passes, penaram nos cruzamentos e foram facilmente batidos pelo time veloz do Emelec. No começo do segundo tempo houve desespero generalizado no setor. Diego Aguirre precisou mudar os planos e segurar ambos no campo defensivo.
Ampliar

As imagens de Internacional x Emelec (04/03)8 fotos

6 / 8
Nilmar beija escudo do Inter após abrir o placar contra o Emelec Leia mais AFP PHOTO / Jefferson BERNARDES
FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 3 X 2 EMELEC
Data e hora: 04/03/2015 (quarta-feira), às 22h (horário de Brasília)
Local: estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Público: 34.109 (29.752 pagantes)
Renda: R$ 1.230.390,00
Árbitro: Néstor Pitana (ARG)
Auxiliares: Juan Belatti (ARG) e Lucas Germanotta (ARG)
Cartão amarelo: Nico Freitas, Réver (INT); Narvaez, Bagüi, José Quiñonez, Gimenez (EME)
GOLS: Nilmar (INT), aos 10 minutos; Burbano, aos 22 minutos e Mena, aos 46 minutos do primeiro tempo. Alex, aos 14 minutos e Réver, aos 36 minutos do segundo tempo.
INTERNACIONAL: Alisson; Léo, Alan Costa, Réver e Fabrício; Nilton, Nico Freitas (Jorge Henrique), D'Alessandro (Alex), Eduardo Sasha e Vitinho (Jorge Henrique); Nilmar
Técnico: Diego Aguirre
EMELEC: Esteban Dreer; John Narváez, Quiñonez, Achilier e Bagüi; Burbano (Mauro Fernandez), Lastra (Luiz Escalada) e Pedro Quiñonez; Mena, Bolaños e Gimenez
Técnico: Gustavo Quinteros
Fonte: UOL ESPORTE
Informação: Telenoticias Mundial

Neymar faz dois, Barça repete 3 a 1 e avança para final da Copa do Rei

Com uma vantagem confortável de 3 a 1 no jogo de ida, o Barcelona contou com Neymar para atingir a final da Copa do Rei. Com dois do brasileiro, que ainda cavou uma expulsão de um rival, o time catalão venceu o Villarreal fora de casa por 3 a 1 e vai em busca do seu primeiro título da temporada.
Agora, o Barcelona vai enfrentar o Athletic Bilbao na decisão. O time basco foi até a Catalunha e venceu o Espanyol por 2 a 0, garantindo assim sua vaga na decisão. 
A ausência dos demais gigantes se deve ao chaveamento diferenciado da Copa do Rei. Nas oitavas, o Atlético de Madri eliminou o Real Madrid. Na fase seguinte, caiu para o Barcelona, que aí ficou com o caminho livre. Contra o Villarreal, os catalães passaram com facilidade para confirmarem a boa fase.
O time é o vice do Espanhol com dois pontos a menos que o Real Madrid, mas em melhor fase que o rival; está praticamente nas quartas da Liga dos Campeões após bater o Manchester City por 2 a 1 fora de casa e agora terá um time considerado mais fraco na decisão da Copa do Rei, com seu trio cada vez mais entrosado e perigoso. 
Ampliar

Futebol internacional nesta quarta-feira (04/03)21 fotos

3 / 21
Neymar comemora seu GOL pelo Barcelona na Copa do Rei JOSE JORDAN / AFP
Fases do jogo
O Barcelona entrou em campo sabendo que podia perder por até 1 a 0. Estava na frente com 4 minutos de jogo, com um lindo de passe de Messi para Neymar, que desviou do goleiro com um toque de classe.
O gol obrigou o Villarreal a fazer três gols para passar, o que logo se provou impossível, apesar de Jonathan dos Santos ter empatado ainda antes do intervalo, completando um cruzamento da esquerda. Só que o Barcelona controlava o jogo com a posse de bola e era pouco exigido.
Nos contra-ataques, os catalães foram mortais. Aos 20 minutos do segundo tempo, Neymar partiu para cima de Pina, foi derrubado e arrancou um vermelho para o marcador. Dez minutos depois, Suárez matou o jogo driblando o goleiro. Com um a menos e uma derrota no placar, o Villarreal desabou e o Barça ainda teve tempo de fazer mais um com Neymar.
Melhor: Neymar. Fez dois e ainda cavou a expulsão de Pina no segundo tempo, garantindo a passagem do Barcelona para a decisão da Copa do Rei. 
Pior: Pina. Defensor do Villarreal se precipitou na marcação de Neymar no segundo tempo e foi expulso quando o time da casa ainda sonhava com uma reação histórica. 
Chave do jogo: Vantagem catalã. O 3 a 1 aplicado em casa fez toda a diferença no jogo. Em um ritmo moderado, o Barça controlou a partida o tempo inteiro e não se intimidou com o ímpeto ofensivo do Villarreal, sem nunca deixar a vaga na final ficar ameaçada.
Outros destaques:
Placar maluco: Antes do jogo, o placar eletrônico do El Madrigal deu uma pequena vantagem ao time da casa, apontando 1 a 0 para o Villarreal. O problema é que, àquela altura, o árbitro nem havia apitado o início do jogo. A falha foi corrigida a tempo, mas não rápida o suficiente para que passasse despercebida.
Fim do jejum: Neymar estava há três jogos sem marcar. Foi seu maior período em branco em toda a temporada. Como o UOL Esporte mostrou, a média do brasileiro caiu pela metade desde que o trio ficou completo com a entrada de Suárez. Nesta quarta, porém, as companhias não atrapalharam o ex-santista. 
Preocupação: Apesar da felicidade pela vitória, a torcida do Barcelona deve ter saído com uma pulga atrás da orelha. No primeiro tempo, Busquets saiu de campo com muitas dores no tornozelo direito e pode desfalcar o clube por um tempo.

Fonte: UOL ESPORTE
Informação: Telenoticias Mundial

Corinthians bate San Lorenzo fora e encerra tabu brasileiro na Libertadores

Na primeira vitória dos brasileiros como visitantes na Copa Libertadores, quem fez a diferença mais uma vez foi Elias. 
Na noite desta quarta-feira, no Nuevo Gasometro, o Corinthians ratificou seu ótimo início de temporada e venceu o atual campeão San Lorenzo-ARG por 1 a 0. Em estádio vazio - punição aplicada pela Conmebol por sinalizadores na final de 2014 -, Elias marcou pela quarta vez na competição. Com o GOL, ele deixou os corintianos em situação confortável no grupo da morte. 
Líder, o Corinthians tem agora seis pontos depois de duas rodadas, logo à frente do São Paulo e do San Lorenzo, ambos com três pontos. 
O Grupo 2 volta a ter confrontos dentro de duas semanas. No dia 17, terça-feira, o Corinthians visita o Danubio-URU em Montevidéu. Já no dia seguinte, o San Lorenzo-ARG visita o São Paulo no Morumbi. 
Fases do jogo: No primeiro tempo no Nuevo Gasometro, os jogadores do San Lorenzo mostraram que a ausência de torcedores não tirou a vontade de vencer o Corinthians. O time argentino marcou forte, passou dos limites em alguns lances e promoveu um jogo tenso - e de poucas oportunidades - no Nuevo Gasometro. 
Com dificuldades para encaixar a marcação, o Corinthians sofreu na marcação pelos lados quando a partida começou. Logo, Buffarini venceu pelo lado direito e cruzou para arremate de Blanco, livre, com a cabeça. A bola passou rente à trave, mas não acordou o Corinthians imediatamente. Só a partir dos 25min, o time de Tite reagiu para ameaçar. Primeiro em contragolpe de Danilo com Elias, depois em chute de fora de Renato Augusto, ambos contidos por Torrico. 
O meia corintiano, aliás, foi quem mais sofreu pela rispidez do atual campeão sul-americano. Renato recebeu pancada de Buffarini no tornozelo, chegou a esboçar substituição, ficou e acabou trocado. Com a entrada de Cristian, o Corinthians ganhou novo desenho tático (4-2-3-1) e buscou mais posse de bola no início do segundo tempo. 
Mas, depois de esboçar certo controle, o Corinthians sofreu novas ameaças. Quignón lançou Mas e, no fundo, o lateral esquerdo passou para Matos, totalmente livre, acertar a trave a dois metros da meta. Na sequência, o centroavante teve nova chance, agora pelo alto, mas a cabeçada passou rente ao arco. E então, quando a partida parecia ficar difícil, voltou a aparecer Elias. 
Livre para atacar com a entrada de Cristian, ele aproveitou o espaço e abriu o placar em arrancada aos 20min. Na velocidade, passou pela marcação e, no reflexo, bateu rápido para o GOL e venceu Torrico. Foi o quarto gol dele na Copa Libertadores, um em cada jogo disputado. Mesmo com estádio vazio, o San Lorenzo teve perseverança, esboçou alguma pressão, mas Cássio saiu sem sofrer gol mais uma vez. 
Ampliar

San Lorenzo e Corinthians pela Libertadores10 fotos

1 / 10
Renato Augusto divide com goleiro do San Lorenzo em jogo do Corinthians AFP PHOTO / JUAN MABROMATA
O melhor: Elias. Foi o nome que decidiu mais uma vez pela Libertadores. 
O pior: Buffarini. O lateral direito do San Lorenzo deu trabalho no apoio, mas sofreu com a marcação e apelou na violência. 
Toque dos técnicos: A equipe de Tite foi cautelosa, as trocas foram conservadoras, mas a estratégia deu resultado. No intervalo, ele liberou Elias para atacar, justamente como saiu o GOL corintiano. O San Lorenzo apostou bastante no jogo pelos dois lados, mas foi um time vulnerável e que abusou da violência. 
Chave do jogo: A frieza corintiana dos jogos importantes. Em jogo apertado, o resultado se decidiu nos detalhes. 
Para lembrar: 
Guerrero. Esse foi o útlimo jogo em que o peruano cumpriu suspensão na Copa Libertadores. De folga para acompanhar a namorada no Peru, ele retornará à equipe para enfrentar o Danubio-URU. 
Corinthians x argentinos: Essa foi a primeira vez que os corintianos jogaram contra um rival argentino pela Libertadores que não fosse em mata-mata. Até aqui, em seis duelos eliminatórios, o Corinthians levou a vantagem em dois. No mais emblemático desses jogos, foi campeão contra o Boca Juniors. Essa também é a primeira vitória corintiana na Argentina pelo torneio. 
Carrasco corintiano: O San Lorenzo eliminou o Corinthians em dois confrontos pela extinta Copa Mercosul (1999 e 2001) e levou a melhor em ambas. 
FICHA TÉCNICA
SAN LORENZO-ARG x CORINTHIANS
Local: Estádio Nuevo Gasometro, em Buenos Aires
Data: 04 de março de 2015, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Carlos Vera (Equador)
Assistentes: Christian Lescano e Byron Romero (Equador)
Cartões amarelos: Mussis, Quignón, Villalba, Fagner e Elias
SAN LORENZO-ARG: Torrico; Buffarini, Caruzzo, Cetto e Mas; Mercier e Quignón (Cauteruccio); Mussis (Villalba), Romagnoli e Blanco (Ruíz); Matos.
Treinador: Edgardo Bauza

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Edu Dracena, Gil e Uendel; Ralf; Jadson (Edílson), Elias, Renato Augusto (Cristian) e Mendoza (Petros); Danilo.
Treinador: Tite

Fonte: UOL ESPORTE
Informação: Telenoticias Mundial

04 março, 2015

Ipueiras (CE): Detentos de cadeia pública de Ipueiras foram transferidos para Fortaleza.

Presos foram transferidos do município de Ipueiras na ultima semana para a capital do Estado do Ceará, segundo informações, o fato aconteceu devido a instalação do município não comportar mais devidamente aos detentos que ali estavam.

Foto Ilustrativa
 Aos menos 13 detentos da cadeia pública do município de Ipueiras que está localizado na região Noroeste do Estado do Ceará,  foram transferidos para Fortaleza na ultima semana, a transferência aconteceu na ultima terça-feira.

O motivo pelos quais os detentos tiveram que serem transferidos para a capital do Estado, seria a falta de condição de comportar os mesmos na instalação público. Segundo as informações, as mesmas estão em estado precário.

É esperado no município, um engenheiro que deverá vim de Fortaleza, para analisar a situação da cadeia e após a avaliação serem tomados as devidas consequências para a melhor comodidade dos detentos em Ipueiras.

A nossa reportagem flagrou a transferência dos detentos de Ipueiras para Fortaleza na ultima semana, quando estávamos nos dirigindo para o município de Canindé.'

Matéria: Jardel Pessoa
Informação: Telenoticias Mundial

Sobral (CE): Rio Acaraú tem primeira cheia do ano em Sobral

O Rio Acaraú teve, nesta terça, 3, a primeira cheia do ano na cidade de Sobral, a 250 quilômetros de Fortaleza. A cheia do afluente contribuiu para abastecer os açudes Jaibaras, Araras e Edson Queiros, todos na cidade da Região Norte do Ceará, após três anos de seca.



No entanto, segundo o titular da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos de Sobral, Jorge Trindade, até o momento não há riscos de sangramento dos açudes ou de inundação provocada pelas águas do rio. A cidade tem três bairros que ficam às margens do Acaraú: Tamarindo, Dom Expedito e Pedrinhas. “Foram esses bairros que ficaram alagados com a última cheia, de 2009. O volume aumentou, mas não há perspectiva de enchentes”, informa o secretário.
   
Fonte: Redação O POVO Online via Hidro 24 Horas
Informação: Telenoticias Mundial

São Benedito (CE): Azulão da Serra da Ibiapaba Trabalha Forte para o jogo contra o Itapipoca amanhã

SÃO BENEDITO BUSCA RECUPERAÇÃO NO CEARENSE, DIANTE DE SUA TORCIDA.


O Azulão da serra segue se preparando para enfrentar o Itapipoca nesta quinta-feira (05), às 15:30 horas, no estádio Tarcisão em São Benedito, pela quarta rodada do Quadrangular de Descenso - Campeonato Cearense 2015. Apesar de fazer bons jogos, o representante da ibiapaba está na lanterna da competição estadual, mas está apenas dois pontos do primeiro colocado do grupo.


O Azulão jogará duas partidas seguidas em São Benedito: enfrenta o Itapipoca na próxima quinta(05) e no dia 11 de março(quarta-feira), enfrentará o Horizonte. Será a oportunidade de a equipe tentar uma recuperação no torneio.

Estes jogos marcarão o retorno do São Benedito com a sua torcida, pois a FCF acatou o parecer e a recomendação do Ministério Público, amparado pelo Tribunal de Justiça de Futebol do Estado do Ceará, que concedeu uma liminar favorável para que os jogos da 4ª e 5ª rodadas do Campeonato Cearense da Série A sejam realizadas no Tarcísão.

Fonte: Associação Desportiva São Benedito
Curta ➜ https://www.facebook.com/AssociacaoDesportivaSaoBenedito
Informação: Telenoticias Mundial

REGIONAIS

ENTRETENIMENTO

INTERNACIONAIS

 
Copyright © 2013 Telenoticias Mundial
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates